News

Homem com machado é morto após capturar 15 reféns em trem suíço

A polícia suíça afirma que um requerente de asilo iraniano de 32 anos foi morto pela polícia depois de usar um machado e uma faca para capturar mais de uma dúzia de reféns durante várias horas num comboio no oeste da Suíça. Nenhum passageiro ficou ferido e as autoridades não suspeitam de terrorismo.

O homem fez os reféns na noite de quinta-feira e a polícia, alertada pelos passageiros, isolou a área enquanto o trem estava parado na cidade de Essert-sous-Champvert, disse a polícia da região francófona de Vaud na sexta-feira.

O homem, falando farsi e inglês, exigiu que o maquinista se juntasse aos 15 reféns. As autoridades negociaram com o suspeito pelo WhatsApp com a ajuda de um tradutor de farsi.

Quase quatro horas após o início do incidente, a polícia invadiu o trem. Mais de 60 policiais estiveram envolvidos, a polícia disse em um comunicado.

“Os reféns foram todos libertados sãos e salvos”, disse a polícia. “O sequestrador foi mortalmente ferido durante a operação.”

Vincent Derouand, porta-voz da promotoria de Vaud, disse que uma investigação estava em andamento, em parte, para determinar o motivo do homem.

“Nada nos aponta para um ato terrorista ou jihadista”, disse o porta-voz da polícia, Jean-Christophe Sauterel, à imprensa suíça.

AFP contribuiu para este relatório.

Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button